Longevidade é o tema do Festival do Japão de 2011

Um festival (matsuri, em japonês) é uma ocasião em que pessoas de diferentes origens, idades e ocupações se encontram em torno de um interesse comum.

No Festival do Japão, é possível observar essa variedade nos visitantes. A proporção entre descendentes e não-descendentes de japoneses é equilibrada, o que demonstra a intensidade da integração da cultura japonesa no país. A programação inclui atrações para crianças, adultos e idosos; também há famílias que proporcionam a seus filhos o primeiro contato com a cultura japonesa.

O tema deste ano foi “Alimentação e Longevidade”, que destacou a culinária japonesa tradicional, com seus ingredientes nutritivos e saudáveis. Conceitos como sustentabilidade também foram abordados, chamando a atenção para a reciclagem e o combate ao desperdício.

O interessante de eventos como este é que as pessoas envolvidas têm alguma relação direta com o Japão e sua cultura. Por exemplo, ao conversar com representantes de alguns estandes de gastronomia, era nítida a empolgação e o orgulho com que contavam sobre os pratos típicos e as curiosidades de sua província de origem. Isso não se restringe apenas aos nipo-descendentes, uma vez que muitos participantes de grupos de dança, música e artes marciais (além dos voluntários do evento) não têm ascendência japonesa.

Ao lado dos aspectos mais tradicionais, a integração com o Brasil e a difusão da cultura pop japonesa também estiveram presentes. Assim, o Festival do Japão, mais uma vez, justifica plenamente seu nome.

– Henrique J. Minatogawa, editor

Você pode se interessar também por...