Cadela japonesa é capaz de detectar câncer humano

Cientistas japoneses descobriram que uma cadela da raça labrador é capaz de detectar câncer de intestino por meio do olfato. Em testes, o cão realizou diagnósticos tão precisos quanto os obtidos por meio de aparelhos de ressonância magnética.

O teste envolveu 48 pessoas com câncer de cólon e outras 258 que já tiveram a doença no passado. A cadela, chamada Marine, identificou corretamente 95% das amostras de hálito e 98% das amostras de fezes.

O animal conseguiu diagnosticar câncer em estágios iniciais e não foi confundida por amostras provenientes de pessoas com outros tipos de problemas no sistema digestivo.

A pesquisa foi coordenada por Hideto Sonoda, da Universidade de Kyushu, em Fukuoka.

De acordo com os cientistas, seria muito trabalhoso e caro treinar cães labradores para desenvolver a habilidade de detectar câncer. No entanto, a pesquisa abre caminhos para o desenvolvimento de um aparelho que seja capaz de detectar o câncer por meio de traços específicos do hálito e das fezes da pessoa doente.

Você pode se interessar também por...