Genealogia da Família Imperial

A monarquia japonesa é considerada a mais antiga do mundo, com seus 125 monarcas desde a ascensão do Imperador Jinmu.

O imperador é símbolo do Estado e da unidade do povo japonês. Entretanto, desde que a nova constituição japonesa foi definida (veja mais neste link), as decisões do governo passaram a ser responsabilidade do primeiro-ministro.

Desde então, removeram-se 11 ramos da família, diminuindo consideravelmente seu tamanho. Por isso, os membros da família imperial passaram a ser oficialmente apenas os descendentes da linhagem masculina do Imperador Taisho (1879-1926), pai de Hirohito.

familiaimperialjaponesa

Os nomes marcados com asterisco são os nomes póstumos de cada membro. Hirohito, por exemplo, passou a ser referido como imperador “Showa”, termo usado para determinar o período em que assumiu o trono do crisântemo.

Nesta árvore genealógica não aparece a filha de Akihito (imperador Heisei), que em 2005 casou-se com um plebeu, deixando de ter os privilégios (e deveres) imperiais. Uma curiosidade é que, ao se casar, Sayako ganhou um sobrenome – o do marido – e passou a se chamar Sayako Kuroda.

Você pode se interessar também por...