Origami, arte e um bom negócio

Adriana Suzuki conta como a dobradura japonesa tornou-se seu trabalho