Bate-papo: A evolução da Cultura POP Japonesa no Brasil

São Paulo – 10 de dezembro de 2019

Dos programas na TV, passando pelos clube de exibições, se mantendo nas revistas especializadas, gerando experiência nos eventos e finalmente chegando nas edições especiais de mangás e centenas de animês nos serviços de streaming, a cultura pop japonesa vem sobrevivendo e evoluindo em solo brasileiro por anos. Em vista de tudo que já foi vivido, o que podemos esperar dos próximos anos quando se trata de uma cultura que está cada vez mais conectada com a nossa?

O evento faz parte do ciclo de palestras ‘O mangá no Brasil’ integradas à exposição “Isto é Mangá – A arte de Naoki Urasawa” na Japan House São Paulo, aberta de 29 de outubro de 2019 a 05 de janeiro de 2020. (O evento faz parte do ciclo de palestras ‘O mangá no Brasil’ integradas à exposição “Isto é Mangá – A arte de Naoki Urasawa” na Japan House São Paulo, aberta de 29 de outubro de 2019 a 05 de janeiro de 2020. (Veja a programação completa aqui neste link).

Neste dia também haverá uma sessão de Live Painting com o professor da Escola de Mangás Japan Sunset Bernô, em parceria com a Copic, das 15h às 17h. Na ocasião, os visitantes poderão acompanhar ao vivo como é o processo de produção de uma arte em mangá.

Palestrantes

Marcelo del Greco | Gerente de Conteúdo na Editora JBC
Gerente de Conteúdo na Editora JBC, Marcelo Del Greco é formado em Jornalismo e trabalha no meio de quadrinhos, games, cinema e TV há 25 anos. Começou sua carreira na Revista Herói em 1994. Criou as revistas Pokémon Club e Nintendo World e em 1999 foi responsável, em parceria com a distribuidora Mundial Filmes, pela vinda da série Ultraman Tiga para o Brasil.

Em 2000, Del Greco foi contratado pela Editora JBC, onde foi responsável pela criação das revistas Henshin e Matinê. Com o sucesso das publicações, em 2001, Marcelo começou a desenvolver a linha de mangá da JBC, iniciada com Sakura Card Captors, Samurai X, Guerreiras Mágicas de Rayearth e Video Girl Ai.

Paralelamente à carreira como Editor de Quadrinhos, Marcelo Del Greco também começou a atuar na área da dublagem a partir de 2004. Séries como Os Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Super, entre muitas outras produções que tiveram sua tradução, adaptação e localização sob o seu comando.

Sérgio Peixoto Silva | Jornalista, Editor e redator freelancer
Trabalha como jornalista, redator e editor freelancer desde 1985, tendo produzido mais de 300 revistas e almanaques, com cerca de 250 delas sobre animes e mangás, sendo um dos jornalistas há mais tempo publica nesta área no Brasil. Foi o editor-chefe e criador das revistas Japan Fury, Animax, Megaman, Hyper Comix e Anime EX, entre outras. Além destas publicações, escreveu centenas de artigos em várias revistas e tem um blog, o Animax Magazine. Entre 2018 e 2019 publicou 15 edições digitais da revista Animax. Atualmente trabalha com publicações digitais, lançando mensalmente a revista Anime EX. É um dos diretores do evento HQPB em João Pessoa-PB.

Ricardo Cruz | Cantor e Youtuber
Ricardo Cruz é um cantor brasileiro que se especializou em músicas de desenhos, séries e videogames japoneses. Desde 2005, ele participa da banda japonesa JAM Project, a maior referência desse estilo musical no Japão, formada pelos grandes nomes desta indústria. Sendo o único membro estrangeiro no grupo, Ricardo canta e compõe músicas para a banda há mais de dez anos, já tendo se apresentado em show para mais de 20 mil pessoas em Tóquio e Yokohama.

No Brasil, Ricardo também já gravou versões oficiais para temas conhecidos de muitos desenhos japoneses, entre eles, Cavaleiros do Zodíaco, Hunter X Hunter e Dragon Ball Super. Sua carreira incluiu também uma fase em que foi jornalista e tradutor de mangás para as principais editoras que atuam nesse segmento, como Panini e JBC. Atualmente, Ricardo também tem um canal no YouTube onde divulga suas novas músicas e homenageia os clássicos do gênero.

Cassius Medauar | Tradutor, professor e jornalista freelancer
Cassius Medauar (@cassiusmedauar) é formado em Jornalismo pela Cásper Líbero e está no mercado editorial há vinte anos, tendo trabalhado como editor (Conrad, Pixel/Ediouro e JBC), tradutor, professor e jornalista freelancer.

Fanático por HQs, cultura pop e esportes, traduziu coisas como Beber, Jogar e F@#er, O vendedor de armas, a série Dexter, as biografias de Tim Burton e Lily Allen, Cicatrizes (HQ), entre outros. Nos sete anos como Gerente de Conteúdo da Editora JBC, foi responsável pela mudança de qualidade da linha de mangás e HQs da editora e a implantação de seu modelo digital (publicações em e-book e mídias sociais).

Bate-papo: A evolução da Cultura POP Japonesa no Brasil

Quando: 10 de dezembro, às 19h
Onde: Japan House São Paulo
Endereço: Avenida Paulista, 52. São Paulo-SP
Participação gratuita*
*Ingressos distribuídos na recepção 1 hora antes