Museu da Imigração Japonesa reinaugura com instalações renovadas

museu_da_imigração_japonesaO Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, localizado no bairro da Liberdade, em São Paulo, reinaugurou suas instalações após alguns meses fechado para reformas em dois dos três andares de exposição. Essa foi a primeira restauração deste porte nos seus 41 anos de história.

O acervo passou por uma renovação total, oferecendo ao público melhor infraestrutura, segurança e tecnologia para imergir na trajetória da quinta maior população de imigrantes no Brasil.

Aproveitando a reinauguração, também teve início a exposição de fotos do Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko, com registros das três visitas que o casal fez ao Brasil, inclusive para a inauguração do Museu em 1978. O espaço abriga ainda dois raros quadros com retratos das suas majestades em trajes de gala.

Mais sobre o Museu da Imigração Japonesa

O acervo do Museu conta com mais de 100 mil conteúdos entre objetos, documentos e fotos em exposição e em arquivo. São 1.350 metros quadrados de área exclusiva aos visitantes, que chegam a 2 mil por mês e 450 m² de reserva técnica e administração. Este é o maior museu do país dedicado a este capítulo da história do Brasil.

“Temos muito orgulho de abrigar um museu que é referência para a preservação e memória da história dos imigrantes japoneses no Brasil. Além da exposição de objetos centenários que fazem parte da trajetória deste povo, criamos nas nossas instalações ambientes e interações lúdicas, responsáveis por transportar o visitante à vida e costumes da colônia nipônica no Brasil no século 20”, enfatiza Lidia Yamashita, vice-presidente da Comissão de Administração do Museu Histórico da Imigração Japonesa.

Nova Era Imperial no Japão

A reabertura do museu coincide com a passagem da atual Era Heisei para a nova Era Imperial, quando o imperador Akihito abdica para que seu filho, Naruhito, assuma como novo imperador do Japão no dia 1º de maio. Este fato histórico simboliza um novo momento para o povo japonês, representando a união e a harmonia do povo e das gerações.

A era do imperador Naruhito chamará Reiwa, que pode ser traduzida como “bela harmonia”. (segundo divulgação do Ministério dos Negócios Estrangeiros, beautiful harmony).

museu_da_imigração_japonesa_café

Parcerias

O Museu que completou 40 anos no ano passado, decidiu em 2017 formar uma força-tarefa para a reforma e modernização, para fazer frente aos problemas provindos do estado avançado de deterioração de suas instalações básicas como o ar condicionado, a rede elétrica e estruturas expositivas atacadas por cupim e vazamento de chuvas, incluindo nessa iniciativa a comemoração dos 110 anos da imigração japonesa festejado no ano passado, com a vinda da Princesa Mako do Japão.

A reforma do Museu foi viabilizada por empresas privadas instaladas no Brasil, a maioria de origem japonesa, que doaram recursos sem o uso de leis de incentivo, com o único objetivo de apoiar a preservação da história e disseminação da cultura no Estado de São Paulo.

“Com o planejamento adequando a dinâmica das contribuições, em 13 meses já foram concluídos 2 andares, o 7º e o 8º andares, com um custo aproximado de R$ 3 milhões aplicados nesta renovação, restando ainda o 9º e o 3º andares, que estão dentro do planejamento global, para viabilizar a perpetuação do nosso acervo e integrando mais tecnologia ao percurso dos visitantes. Recebemos públicos das mais diversas nacionalidades, descendências e idades, e queremos chamar ainda mais atenção dos turistas e da população de São Paulo”, acrescenta Lídia.

Bunkyo

O Museu é mantido e administrado pelo Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social, criado em 1954 e formado por 32 Comissões temáticas formadas por associados-voluntários.

Sua atuação é focada em diversas frentes como organização de eventos, recepção a autoridades e administração das instalações culturais (Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, Pavilhão Japonês, Biblioteca e Centro Esportivo Kokushikan Daigaku).

Museu Histórico da Imigração Japonesa

Endereço: Rua São Joaquim, 321 – Bairro Liberdade – São Paulo (SP)
Horário: Terça a domingo, das 13h30 às 17h
Ingresso: R$12 (inteira), R$ 6 (meia entrada)
www.museubunkyo.org.br

.: Veja outros Museus da Imigração Japonesa pelo Brasil

Você pode se interessar também por...