Hilty & Bosch com REATMO no Brasil

Fotos: Nikko Fotografia

Hilty and Bosch com REATMO no Festival do Japão 2016


Os dançarinos You e Jin, que formam a dupla Hilty & Bosch e o beatboxer Reatmo estiveram de passagem no Brasil para apresentar a cultura do hip hop japonês.

A convite da Fundação Japão em São Paulo, os artistas fizeram três apresentações abertas ao público e um workshop na Associação Comunitária Monte Azul entre os dias 9 e 12 de julho.

Veja as fotos nas galerias a seguir.

No Festival do Japão

O primeiro contato com o público brasileiro foi durante o 19º Festival do Japão, que aconteceu no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center.

O trio se apresentou no palco principal do evento nos dias 9 e 10 de julho e mostraram que vieram para animar a plateia.

Clique na miniatura para visualizar a imagem completa


Na Associação Comunitária Monte Azul

No dia 11 de julho, You, Jin e REATMO visitaram a Associação Comunitária Monte Azul, na periferia da Zona Sul de São Paulo. A pedido dos próprios artistas, foi proposta uma atividade com os jovens da comunidade.

Fotos: Nikko Fotografia

Tarde de workshop na associação

Ali, funciona o Programa Cultura Viva, com ajuda da Secretaria Municipal de Cultura e de apoio de empresas, que convida jovens da região para oficinas de dança desde 2015. Além das aulas, o agente cultural Roberto Krust explicou que a comunidade promove eventos de hip hop com dança e música com outros grupos para incentivar a formação de turmas maiores.

Em uma tarde animada, os dançarinos ensinaram passos ao jovens que assistem às aulas de street dance de Monte Azul. Entre trocas e dicas de dança, eles até ensinaram o passo #hiltyjump, uma marca registrada da dupla.

Clique na miniatura para visualizar a imagem completa

“A ideia de vir para cá surgiu depois de uma experiência semelhante que tivemos no Camboja e no Laos”, explicou Jin, “e na época participávamos de um programa da Fundação Japão chamada Dance at Asia que promovia intercâmbios culturais por meio da dança em escolas.

“Não conseguíamos trocar palavras, porque não falávamos a mesma língua, mas percebemos que era possível fazer uma troca interessante pela dança e aquilo se tornou uma experiência de vida muito marcante, por isso decidimos continuar”, disse.

Fotos: Nikko Fotografia

Com exclusividade, o salto #hiltyjump

Após o workshop, You comentou que no início, as crianças pareciam um pouco acanhadas, mas depois foram se soltando e interagindo e que “no fim, foi como se as energias tivessem se misturado. Foi uma troca muito interessante, além das nossas expectativas”.

Mais sobre Hilty & Bosch e REATMO

You e Jin são amigos de infância e começaram a dançar aos 15 anos. Foram aprendendo novos passos observando os mais experientes e assistindo a vídeos (numa época em que ainda não existia o YouTube). Desde então, já se passaram 18 anos e o alcance das apresentações só foi crescendo. Fizeram turnês em mais de 30 países e 150 cidades.

Pela primeira vez no Brasil, a dupla não escondeu a satisfação de conhecer São Paulo. “Foi tão divertido que o tempo passou voando”, comentaram os artistas.

Desafios da carreira
Em meados de 2011, You e Jin passaram três anos na Alemanha e lá participaram de um show com artistas de diversas vertentes. Além do desafio de se comunicar sem dominar a língua local, a dupla destacou a experiência como uma das mais desafiadoras pois o street dance não era muito conhecido naquele círculo. “No começo, algumas pessoas ficavam meio arredias pois não entendiam o street dance como manifestação da dança naquele show” contou, “mas saímos de lá com a ideia de continuar” e aquilo nos serviu como lição de que podíamos, sim, passar a nossa mensagem com a dança de rua.

Parcerias
Quando questionados sobre experiências com outros artistas que admiram, Hirofumi Seino, que adota o nome artístico REATMO (リトモ), lembrou de seu contato com a banda americana Maroon 5. “Começou com uma troca de mensagens pelo Instagram e depois, um dos integrantes acessou o link do meu canal no YouTube (onde divulga os vídeos de seu trabalho), e ele gostou”, disse. Depois desse contato, começaram a trocar e-mails até agendaram uma apresentação conjunta.

Para a dupla You e Jin, a surpresa também veio dos Estados Unidos, onde surgiu o street dance. “Nosso objetivo era mostrar nosso trabalho lá e tivemos uma surpresa agradável quando tivemos contato com dançarinos de artistas de grande nome como a Madonna e descobrimos que eles já conheciam nosso trabalho”, contou Jin.

Impressões sobre o Brasil
“Parece que o público daqui não consegue ficar parado e logo incorpora a música e o ritmo”, comentou REATMO. “Só de ouvir a música, as crianças logo começaram a se mexer, é como se estivesse no sangue” continuou, “mas ao mesmo tempo são parecidas com as japonesas no sentido de serem disciplinadas e saberem a hora de esperar e de participar”.


No MASP

Na noite do dia 12 de julho, os três voltaram a se apresentar no palco, desta vez no auditório do MASP. A abertura da noite ficou por conta da Cia Discípulos do Ritmo com o espetáculo “Tá Limpo!”, desenvolvido em parceria com o dançarino alemão Niels Storm Robitzky.

Clique na miniatura para visualizar a imagem completa

A seleção de músicas que os convidados nipônicos apresentaram incluiu variedades como Get Wild, da banda japonesa de rock TM Network, Stronger de Kelly Clarkson e um beatbox de Maps do Maroon 5.

Ao final, os três foram aplaudidos de pé pelo auditório lotado que foi ao delírio na última performance, como registrado neste vídeo, a seguir.


Para saber mais

Hilty & Bosch: hiltyandbosch.com
REATMO: reatmo.net
Cia dos Discípulos do Ritmo: www.discipulosdoritmo.com.br
Associação Comunitária Monte Azul: www.monteazul.org.br

Você pode se interessar também por...