Quadrinhos na plataforma digital

hm_no_social_comicsO Social Comics é um aplicativo disponível, inicialmente, para Android e iOS, que traz quadrinhos de alto nível, sejam eles de grandes editoras, como a editora JBC (veja os títulos que já estão disponíveis) ou de artistas independentes, para a plataforma digital. No primeiro dia da Comic Con Experience 2015, a empresa, que faz parte do grupo Omelete, apresentou as novidades para 2016 no sistema de HQs por assinatura.

A primeira delas é a de que a plataforma vai trazer conteúdo exclusivo aos assinantes, com o objetivo de incentivar a indústria nacional de Histórias em Quadrinhos. Algumas obras sairão apenas em formato digital, com exclusividade para o Social Comics. Veja os títulos anunciados:

  • Thera, de Rafael Ramos, artista estreante no mercado, amante de arte e fantasia, louco por séries, jogos e fanático por RPG e histórias relacionadas. Criou o “Vida de RPGista” para a editora Devir;
  • Diário de um Super, de Eric Peleias, quadrinista, ilustrador e designer gráfico de São Paulo. Em 2014, lançou Ima – Sempre em Frente (Artliber) e Eu, Super (independente). Em 2015, lança Olhos Insanos, baseada em um crime que aconteceu em São Paulo na década de 1990.
  • Edgar Alan Corvo, de Douglas MCT e Glauco Silva. Douglas já escreveu Turma da Mônica, roteirizou o desenho animado Galera Animal (TV Globo), participou do enredo do game Chico Bento para redes sociais, é autor do mangá Super, e dos livros O Coletor de Almas e Necrópolis. Também dá aulas de Roteiro Multimídia em São Paulo. Glauco já desenhou as HQs The Adventure of Rudy Cool e Geeks vs Jocks, ambos para editoras da Austrália, a HQ Versus do Canadá, produziu 350 cards de super-heróis para a Marvel e atualmente está trabalhando no quadrinho Shrek para a Dreamworks. Vive em Recife;
  • Angus: Inferno na Pictávia, de Orlando Paes Filho, escritor consagrado que inicia seu trabalho contínuo na HQ digital. Nascido em 1962 em São Paulo, desde os 14 anos tem se dedicado à sua obra literária Angus, hoje publicada em 30 países. Com 40 anos de produção, inicia uma nova fase publicando HQs digitais em parceria exclusiva com o Social Comics.

Além disso, foi firmada uma parceria com o Instituto Ayrton Senna, que disponibilizará as primeiras edições do Senninha. O projeto busca resgatar toda a obra em HQs e faz parte de um plano maior de comunicação do personagem e seus valores a um público mais jovem, que não conheceu o campeão Ayrton.

Outra novidade para 2016 é a inclusão de novos títulos por meio de novas parcerias com grandes editoras do Brasil, como a Editora Mino (especializada em HQs autorais e com obras de autores como Pedro Cobiaco e Diego Sanchez), a Editora Aleph (principal no estilo de ficção científica do Brasil, que há mais de 10 anos publica clássicos, como Isaac Asimov, Arthur C. Clarke e William Gibson) e a Editora Zarabatana (que lança a série Macanudo, de Liniers; as primeiras obras disponíveis no Social Comics serão Bando de Dois, de Danilo Beyruth, e A Vida de Jonas, de Magno Costa).

mauricio de sousaA parceria com a Mauricio de Sousa de Produções, com a liberação de revistas da Turma da Mônica no Cinema e o selo adulto Graphic MSP, com histórias inovadoras de renomados artistas do mercado nacional.

E a parceria com a editora americana Dark Horse Comics, detentora dos direitos de personagens como Hellboy, Conan, Sin City, Buffy A Caça-Vampiros, Usagi Yojimbo e The Umbrella Academy, este último uma parceria do cantor Gerard Way, da banda My Chemical Romance, com o consagrado brasileiro Gabriel Bá.

Como assinar?

É possível fazer um teste gratuito por 14 dias e, caso o leitor decida assinar o serviço, a assinatura sai por R$19,90 (por mês), com acesso liberado para todo o conteúdo que o aplicativo oferece. Para os autores, também há vantagens com a divulgação dos trabalhos a custo zero. Para saber mais, clique aqui!

Você pode se interessar também por...