Mundial por Equipes de Karate Kyokushin acontece em SP

No dia 5 de julho, a cidade de São Paulo (SP) sedia o Mundial por Equipes de Karate Kyokushin, celebrando os 50 anos de existência do estilo no mundo e os 40 anos no Brasil.

O evento reúne atletas de cinco continentes, divididos em 12 times: Brasil (representado por 2 equipes), América do Sul (2), Europa (2), Américas Central e do Norte, África, Ásia, Oceania, Rússia e Japão. Cada grupo, por sua vez, será composto por 5 atletas, divididos por categorias: Kata, Juvenil, Veterano, Feminino e Absoluto Masculino.

De acordo com Seiji Isobe, idealizador do evento e difusor do estilo no país, a competição por grupos torna o Mundial ainda mais emocionante, já que, para avançar às próximas fases, a equipe precisa ser boa como um todo e não contar apenas com um ou dois atletas de destaque. “Torço pela vitória do Brasil, mas desejo principalmente que se fortaleça o espírito de união e amizade entre os países praticantes de Kyokushin”, relata o mestre 8º Dan do estilo.

Estão confirmadas as presenças do espanhol Alejandro Navarro, atual campeão mundial peso-pesado; Mikio Ueda, campeão japonês pesado, e da canadense Julie Lamarre, campeã mundial peso-médio, além do diretor mundial da Organização, Kancho Shokei Matsui.

No time brasileiro, os bicampeões pan-americanos Glaube Feitosa e Riyuji Isobe e a pentacampeã nacional Thiely Pinto prometem embates emocionantes. Para o técnico Ewerton Teixeira, o fato de sediar o evento contará pontos a favor do Brasil. “A torcida e o ‘fuso horário’ são nossos”, avalia Teixeira, com a experiência de quem já conquistou o título mundial três vezes, em 2002 (Mundial por Equipes), 2005 (Mundial por Peso) e 2007 (Absoluto individual).

O evento acontecerá no Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro, no Ibirapuera, e a entrada será 1 kg de alimento não-perecível.

Kyokushin – O Karatê Kyokushin foi criado no Japão, em 1957, pelo Grão Mestre Masutatsu Oyama. Na opinião dele, os golpes deveriam ser reais, pois só assim cada praticante saberia seu verdadeiro potencial. Oyama criou, então, uma nova forma de luta, acrescentando o contato no Karatê. Em 1964, o novo estilo foi batizado de “Kyokushin”, que significa “aprofundar-se na verdade” e, hoje, é praticado em mais de 100 países ao redor do mundo.

O estilo chegou ao Brasil em 1974, pelo mestre Seiji Isobe, hoje 8º Dan e chefe da Organização Sul-Americana. Shihan Isobe tornou-se mundialmente conhecido no meio das artes marciais após formar os dois primeiros estrangeiros campeões mundiais de Kyokushin: Francisco Filho, em 1999, e Ewerton Teixeira, em 2007.

Mundial por Equipes de Karate Kyokushin
Quando: 5 de julho de 2015
Horário: 10 h
Onde: Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro
Endereço: Rua Abílio Soares, 1.300, Ibirapuera, SP/SP
Ingresso: 1 kg de alimento não perecível
Informações: contato@kyokushin.com.br ou (11) 3209-1392

Você pode se interessar também por...