Toyota lança carro movido a hidrogênio

Mirai será lançado no dia 15 de dezembro, no Japão
Mirai será lançado no dia 15 de dezembro, no Japão

O veículo Mirai é o primeiro automóvel híbrido movido a hidrogênio, produzido em grande escala e será lançado no Japão no dia 15 de dezembro de 2014.

Este é um passo importante para o meio ambiente, pois o carro elétrico não emite gases poluentes, apenas vapor d’água. E além de funcionar como meio de transporte, o Mirai também pode servir de gerador de eletricidade capaz de alimentar um sistema completo como o de uma residência, por exemplo.

Como ele funciona?
Além de ter o motor elétrico e uma bateria, o carro também tem dois tanques de hidrogênio de alta pressão que tem autonomia para rodar 650 km sem necessidade de reabastecimento.

O veículo capta o oxigênio da atmosfera através de sua entrada de ar frontal e o leva até esta estação, para onde o hidrogênio contido nos dois tanques também é direcionado. Dentro dela, a célula combustível divide o hidrogênio em duas moléculas, gerando uma carga elétrica. Ao mesmo tempo, o oxigênio se une às células de hidrogênio, formando água.

A energia elétrica é direcionada ao conversor, que alimenta o motor do Mirai, e a água é expelida pela válvula de escape. O motor também é alimentado diretamente pela bateria, recarregada por energia cinética gerada pela desaceleração e frenagem do automóvel.

Outras tecnologias de segurança
· Sistema de Pré-Colisão (com radar de ondas milimétricas) ajuda a evitar colisões ou a reduzir suas consequências através de alertas e controle de frenagem, caso seja detectada uma alta probabilidade de colisão.

· Um Alerta de Desvio da Faixa de Rolamento utiliza uma câmera para detectar as marcações de faixa brancas ou amarelas e alerta o condutor quando o veículo está prestes a se desviar da faixa de rolamento.

· Um Monitor de Pontos Cegos utiliza um radar para detectar veículos nas faixas de rolamento adjacentes e ajuda na confirmação da retrovisão durante mudanças de faixa.

O carro já tinha sido mostrado aos brasileiros durante o 28º Salão do Automóvel, em São Paulo, com o nome de FCV, mas chega somente no mercado japonês ainda neste ano, com o nome de Mirai (que pode ser traduzido como “futuro”).