Equinócio da primavera

O Shunbun-no-hi, Dia do Equinócio da Primavera, é um feriado nacional japonês comemorado no dia 20 ou 21 de março. Isso porque há anos em que o equinócio da primavera ocorre no dia 20, e em outros no dia seguinte, dependendo das medições astronômicas.

Equinócio

Equinócio é um fenômeno que ocorre duas vezes ao ano, uma na entrada da primavera e outra no início do outono. Neste dia, o sol faz seu caminho leste-oeste bem em cima da linha do Equador, fazendo com que a duração do dia seja a mesma que a da noite.

A semana do Shunbun-no-hi é chamada de Ohigan. Três dias antes do Shunbun-no-hi, mais o próprio dia e os três dias posteriores compõem a “semana equinocial”. É por isso que o Shunbun-no-hi também é chamado de Higan no Chu-nichi, ou Dia-do-meio do Higan.

O Ohigan também é comemorado no outono, com o Shuubun-no-hi (Dia do Equinócio do Outono), geralmente entre os dias 22 e 24 de setembro, dependendo do ano.

A religião budista vê o Higan (cujos símbolos significam “o outro lado”) como o outro mundo em contraposição ao Kogan (este mundo). O Higan é o mundo da iluminação espiritual, onde não há a dor e todos os problemas são superados, por isso devemos comemorar e mostrar veneração aos antepassados.

É um período para mostrar respeito aos ancestrais, visitando os túmulos para limpá-los, oferecer incenso e enfeitar com flores. Também é uma época em que se deve dialogar com a natureza e mostrar toda a afeição pelas coisas vivas.

Diz um ditado japonês que o último calafrio do inverno desaparece no Shunbun-no-hi. Os dias tornam-se mais longos após o feriado que precede o florescer das cerejeiras do sul até o norte. É uma época de esperança.

Publicado originalmente no site do jornal Tudo Bem em 27/03/2005.
por: Redação Tudo Bem