Quente e confortável

Para dar continuidade à série de matérias sobre o inverno e sobre as formas que os japoneses lidam com o frio, o tema de hoje é o conforto!

HeatTech

Quando se usa a tecnologia a favor das necessidades do cotidiano, o resultado é a praticidade. A rede de roupas Uniqlo se adiantou com o desenvolvimento de uma nova forma de produzir tecidos e criou a HeatTech, uma tecnologia que promete esquentar o corpo de quem a veste.

Ela é usada em tecidos finos e leves, e foi introduzida no mercado em 2003, inicialmente para serem usados como uma segunda pele. Com o passar dos anos, a HeatTech foi sendo melhorada e ganhando novas funcionalidades e formatos. São camisetas, calças e acessórios como cachecóis e meias que completam a coleção de inverno.

As tramas das fibras do tecido com seda artificial são desenhadas de forma que a umidade do corpo passe por elas e gerem calor. As micropartículas de água da transpiração natural do corpo se prendem em “bolsas de ar quente” e, por isso, mantém esse calor por mais tempo.

Além disso, os tecidos têm agentes antibacterecidas (para minimizar odores), função anti-estática e são bem maleáveis.

Formam-se bolsas de ar quente entre as microfibras do tecido
Formam-se bolsas de ar quente entre as microfibras do tecido

Os modelos desenvolvidos para a linha masculina têm microfibras que absorvem a transpiração e secam rapidamente para manter o corpo seco, além de um acabamento especial que agrega a função desodorizante. Já a linha feminina trabalha com tecidos enriquecidos com aminoácidos naturais de proteínas do leite, que acrescentam maciez ao toque.

Haramaki

O haramaki pode ser usado como peça do look feminino ou masculino
O haramaki pode ser usado como peça do look feminino ou masculino

Voltando um pouco para o passado histórico do Japão, um acessório não tão tecnológico, mas igualmente eficaz é o haramaki, ou “embrulho de abdômen”, que nada mais é do que uma faixa, usada na cintura para proteger o tronco do frio externo e para estimular a circulação de sangue nos órgão vitais, mantendo, assim, o corpo aquecido.

Os haramakis de hoje foram inspirados no haramaki usado como parte da armadura dos samurais, para proteger o abdômen. A peça pode ser usada tanto por baixo da roupa, como por cima para compor o visual.

Meias

Meias para todos os estilos
Meias para todos os estilos

No Japão, o costume de tirar os sapatos ao entrar em casa ou em determinados estabelecimentos faz com que os pés fiquem desprotegidos no inverno, certo? Errado!

Depois de tirar os sapatos, usa-se um outro calçado para uso em espaços internos (outro para a varanda, outro para o banheiro…). Mas o ponto é que com toda essa troca de sapatos para lá e para cá, as meias acabam ganhando um papel importante para proteger os pés.

Lojas especializadas e lojas de variedades montam estantes só para elas, decoradas, lisas, com dedinhos ou com personagens diversos, elas também fazem parte do look dos japoneses.

Kigurumi

Kigurumi de personagens de desenhos são os mais populares
Kigurumi de personagens de desenhos são os mais populares

O nome “kigurumi” vem da junção das palavras kiru (vestir) e nuigurumi (urso de pelúcia). É uma vestimenta de corpo inteiro que representa um personagem de desenho ou animal, praticamente uma fantasia, também usada de pijama.

Existem modelos para crianças e adultosExistem modelos para crianças e adultosO kigurumi é bastante usado como ação de marketing, para promover uma marca ou produto ligando-os a um personagem, mas nos anos 2000, ele começou a ganhar popularidade entre os jovens de Tóquio e, não raras vezes, é possível avistar um kigurumi andando em festivais de rua, parques de diversões, etc.

A Sazac é a prinicipal fabricante de kigurumis e vende os produtos no Japão e em outros países como Estados Unidos e Austrália. São mais de 100 variedades de personagens e animais, para adultos e para crianças.