Série teatral ‘Extra-ordinários’ conta história de nipo-descendentes

Cena de Lua e Memórias
Cena de Lua e Memórias

O projeto “Travessias em Conflito: O Lado B da Imigração Japonesa no Brasil” apresenta uma série de apresentações como conclusão das atividades iniciadas em 2012 pelo Núcleo HANA de Criação e Pesquisa Teatral. Trata-se da série EXTRA-ORDINÁRIOS, dirigido por Alice K., que soma dez apresentações com histórias de imigrantes japoneses e seus descendentes no Brasil.

As histórias são dramatizações baseadas em relatos reais dos próprios protagonistas e foram roteirizadas pelos “atores-criadores” com base no Biodrama, formato criado pela diretora argentina Vivi Tellas. É um modelo de teatro experimental que visa quebrar estereótipos da identidade de nipo-descendentes brasileiros e mostrar a diversidade de experiências nikkeis. “O nome EXTRA-ORDINÁRIOS foi escolhido porque muitas das pessoas que estão atuando sao anônimas, ou não muito conhecidas, mas se olharmos com atenção para a história de cada um percebemos que são pessoas extraordinárias”, explica Alexandre Kishimoto.

Em cada dia de apresentação serão apresentados três histórias diferentes. Veja a sinopse de cada uma abaixo.


O projeto

Kishimoto é antropólogo e foi responsável pela organização da primeira etapa do projeto com o ciclo de palestras e exibições de filmes e documentários sobre a temática da imigração japonesa no Brasil. Nessa primeira parte também foram organizadas leituras dramatizadas das peças “Banzai Brasil”, de Carlos Telles e “Toca de Cupins”, de Yukio Mishima (traduzido por Alice K).

Além de contribuir para aumentar o círculo de atores participantes da segunda etapa, Alexandre conta que a primeira experiência foi importante “como pesquisa para o grupo, com a participação de testemunhas que viveram os episódios, como nikkeis na luta armada de resistência à ditadura”.

Em paralelo às apresentações teatrais, o projeto continua as atividades de encontros. São três que já estão previstos sobre o grupo teatral Ponkan, que atuou nos anos 80, sobre a identidade da mulher nikkei e sobre os dekasseguis.

Sinopses

Lua e Memórias, com Cristina Sano, Yugo Sano Mani e Lúcia Hiratsuka
Um gesto, um acorde e um traço revelados por uma atriz, seu filho músico e uma escritora-ilustradora. (14 e 19 de abril)

Festa de Aniversário com: Ligia Yamaguti, Rafael Massuda e Eva Santos.
Os mestiços Ligia e Rafael trocam confidências sobre a ausência do pai em suas vidas. (13, 20 e 26 de abril)

Contratempo com: Edson Kameda e Akira Ueno.
Dois amigos cinquentões, um ator e Akira, integrante do grupo de musica paulista Rumo, revivem suas escolhas do passado. (12, 19 e 26 de abril)

Um conto de fadas com: Marcos Miura e Akemi Matsuda.
Marcos em uma aula de japonês com a professora e Lolita Akemi (13, 20 e 27 de abril)

Lucia quer ir ao baile com: Luana Tanaka e Lucia Hiroko Tanaka.
Mãe e filha em fuga (13, 20 e 27 de abril)

O psicólogo com: Ulisses Sakurai e Marcos Suguiura.
O ator e bancário Ulisses decide fazer terapia. (12 e 19 de abril)

Miss Saigon, Miss Paraná e Miss Sakurá, com: Keila Fuke e Francine Missaka.
Os bastidores de musicais revelados por uma atriz e uma cantora. (12, 18 e 26 de abril)

Os três sobreviventes com: Rogerio Nagai, Takashi Morita, Junko Watanabe e Kunihiko Bonkohara.
Três sobreviventes da bomba atômica de Hiroshima relatam suas histórias de vida, da Segunda Guerra Mundial, a imigração para o Brasil até os dias de hoje (14, 18 e 27 de abril)

Dois nisseis contra a ditadura com: Alexandre Kishimoto, Jorge Okubaro e Mário Ozava (Mário Japa)
Dois ex-colegas de escola se reencontram após 40 anos, trazendo à tona memórias da militância política dos nikkeis. (14 e 26 de abril)

Dona Emília faz Teatro com: Ricardo Oshiro e Emília Hirakawa.
Dona Emília seria mais uma daquelas senhoras, praticantes da Cerimônia do Chá, comprando seus produtos japoneses na Liberdade. Mas, um dia ela resolve fazer uma aula de teatro. (13, 20 e 27 de abril)

EXTRA-ORDINÁRIOS
Quando: de 12 a 27 de abril de 2013
Onde: Associação Cultural Cachuera!, Oficinas Culturais Oswald de Andrade e Centro Cultural Hiroshima
Quanto: Gratuito
Informações: Fanpage Travessias em Conflito
Confira a Agenda clicando em cada uma das datas.

Você pode se interessar também por...