Uma visita à biblioteca da Fundação Japão em São Paulo

Revistas japonesas dos mais variados assuntos fazem parte do acervo da biblioteca

Revistas japonesas dos mais variados assuntos fazem parte do acervo da biblioteca

De acordo com relatório da Japan Book Publishers Association, em 2011, havia 3.279 revistas mensais e 102 semanais em circulação no Japão, o que movimentou, no total, mais de 3 bilhões de cópias. Segundo o mesmo relatório, há cerca de 3.800 editoras e mais de 15.000 livrarias no Japão, cujo território tem aproximadamente 378.000 km².

Parte dessa rica produção de textos e imagens está na Avenida Paulista, em São Paulo. É o acervo da biblioteca da Fundação Japão, que, atualmente, conta com 10.660 livros em japonês e 6.670 publicações em português e línguas estrangeiras (inglês, francês e alemão, entre outras), 486 DVDs, 1.315 VHSs, 716 CDs e 913 materiais diversos (cartões de ensino de língua japonesa, cartazes etc.).

A famosa série Otoko wa Tsurai yo, em VHS

A famosa série Otoko wa Tsurai yo, em VHS

Estão disponíveis para consulta e empréstimo, gratuitamente, livros, revistas, jornais, CD, DVD e até fitas VHS e K7. Há também material destinado para o ensino de língua japonesa, cujo empréstimo é permitido apenas para professores.

Alguns materiais não estão disponíveis para empréstimo, caso da maioria dos DVDs e das revistas mais recentes, por exemplo.

Entre os DVDs, estão filmes dos mais variados estilos: Azumi, Ichi the Killer, Almas Reencarnadas, Kwaidan, O Retorno, Ringu, Ran, A Partida, Zatoichi, Dolls, Brother… e também séries como National Kid e Jaspion. No ramo das animações, estão Steamboy, Akira, Ghost in the Shell, Cavaleiros do Zodíaco, Paprika e Animatrix, entre outros.

Há também coleções de vídeos musicais de artistas japoneses contemporâneos, atualizados mensalmente. Os discos com a gravação dos eventos organizados pela Fundação Japão também estão disponíveis.

Quebra-cabeça com caracteres japoneses em hiragana e katakana

Quebra-cabeça com caracteres japoneses em hiragana e katakana. O empréstimo de material didático é permitido apenas para professores

Ao lado, na prateleira de CDs de áudio, um dos mais procurados é a coleção Complete Takemitsu, coletânea do músico Toru Takemitsu, com destaque para as versões de trilhas sonoras de filmes.

A seção de revistas merece destaque por representar, talvez, o material mais difícil de ser encontrado no Brasil. Mesmo no aeroporto e em bancas especializadas em importados, não é fácil encontrar revistas japonesas em quantidade nem variedade – quando existem, são muito caras.

Na biblioteca, há revistas sobre moda, literatura, design, estilo, variedades, cinema, artesanato e culinária, entre outros assuntos. Idea, More, Kera, Brutus, Geijutsu Shincho e Axis são apenas alguns dos títulos, além de revistas nacionais e publicações governamentais, como a da Agência do Turismo do Japão.

Os livros também abrangem grande variedade de assuntos, tais como história do Japão, geografia, ficção, poesia, turismo. Destaque para uma grande coleção de xilogravuras, o ukiyo-e. As novas aquisições ficam em uma estante separada.

Embora em número menor, há revistas e livros sobre o Japão escritos em outros idiomas, principalmente inglês.

Parte expressiva das publicações japonesas, o mangá ocupa boas estantes, inclusive com títulos em português. Initial D, Hikaru no Go e Golgo 13 são alguns dos títulos nas prateleiras. Há também os X-Men em japonês.

A biblioteca da Fundação Japão segue o mesmo layout de bibliotecas japonesas, notável no espaço onde se concentram as mesas para leitura e estudo, cuja vidraça mostra a Casa das Rosas – não se ouve o barulho de carros e ônibus na avenida.

Fotografia: Henrique Minatogawa

Biblioteca da Fundação Japão

Onde: Avenida Paulista, 37, 2º andar. São Paulo-SP*
Telefone: (11) 3141-0110
Informações: fjsp.org.br/biblioteca
Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10:30 às 19:30; sábado, das 10:30 às 18:30

Para pesquisar o acervo da biblioteca, clique aqui.

[NE. Uma visita não é, absolutamente, suficiente para conhecer todo o acervo.]
*Atualização: A partir de 18 de abril de 2017, a biblioteca passará a funcionar no novo endereço: Avenida Paulista, 52, 3º andar.