Governo japonês adota plano básico de reconstrução

O governo japonês anunciou um plano básico para a reconstrução das áreas prejudicadas pelo terremoto seguido de tsunami que atingiu a costa nordeste do país em 11 de março.

Em uma reunião com todos os ministros do gabinete, o primeiro-ministro Naoto Kan classificou o desastre de março como uma calamidade sem precedente e convocou todos os esforços para a reconstrução.

Segundo o plano, o governo deve gastar pelo menos 19 trilhões de ienes (cerca de R$ 388 bilhões). O governo já havia afirmado que teria que aumentar impostos para garantir cerca de US$ 128 bilhões para pagar as dívidas.

O texto final do pacote de medidas, porém, não especifica o esperado aumento de impostos, considerado inevitável por especialistas.

No final da reunião, Kan afirmou que um terceiro orçamento suplementar será necessário para financiar a reconstrução.

As informações são da NHK.