Shishin: os guardiões dos quatro pontos cardeais

Palácio Imperial de Nara nos dias atuais
Palácio Imperial de Nara nos dias atuais

Há muito tempo, o Japão recebeu muitas influências culturais da China, como a escrita, o budismo e a arquitetura. Muitos elementos da mitologia chinesa também tiveram aceitação no Japão, como os quatro guardiões dos pontos cardeais, chamados de Shishin (literalmente, quatro deuses, em japonês).

Genbu (Norte)

O norte é protegido por Genbu, uma tartaruga com cauda e cabeça de serpente – alguns textos referem-se também ao “Guerreiro Negro”.

O norte é protegido por Genbu, uma tartaruga com cauda e cabeça de serpente (CC / Tamago Moffle)

Suzaku (Sul)

O protetor do sul é Suzaku, um pássaro vermelho, que, por vezes, é confundido com a Fênix.

O protetor do sul é Suzaku, um pássaro vermelho (CC / Tamago Moffle)

Seiryuu (Leste)

O leste é guardado por Seiryuu, um dragão representado tanto em azul como em verde.

O leste é guardado por Seiryuu, um dragão (CC / Tamago Moffle)

Byakko (Oeste)

Byakko, um tigre branco, é o protetor do oeste.

O Oeste é protegido por Byakko, um tigre branco (CC / Tamago Moffle)


Assim, em templos e palácios no Japão, especialmente nos mais antigos, é comum encontrar essas quatro figuras, cada uma voltada para sua respectiva direção. Por exemplo, no templo Yakushiji, província de Nara, os Shishin formam a base de estátuas budistas. Uma tradição na construção de templos e palácios era posicionar o portão de entrada no sul, protegido por Suzaku.

Referências de shishin


Na cultura popular, os quatro guardiões já apareceram (com algumas adaptações) no anime e no mangá Yu Yu Hakusho, como inimigos do protagonista Yusuke Urameshi. Na história, eles aparecem quando Yusuke, Kuwabara, Hiei e Kurama finalmente se juntam. Nesse momento, os personagens entram em uma luta épica, enquanto Botan está cuidando de uma infestação de insetos na Terra.

Byakko

Byakko

Clique em uma das imagens abaixo para visualizar a galeria de imagens dos Shishin

Fotos: Tamago Moffle / Pohan (CC)