Sumotoris admitem combinar resultados de lutas

Três lutadores profissionais de sumô, Chiyohakuho, Kasuganishiki e Enatsukasa, admitiram combinar resultados de lutas, revelou o ministro dos Esportes do Japão, Yoshiaki Takaki, quinta-feira 3.

Takaki foi informado do fato pela Associação de Sumô do Japão (JSA).

Os três atletas, de acordo com o site Asahi, trocaram e-mails para discutir acertos de combates para os torneios de março e maio de 2010.

Eles não puderam negar as acusações, uma vez que os investigadores acessaram mensagens em que descreviam como lançariam um ataque específico. As lutas ocorreram de acordo com o combinado.

Acredita-se que, ao todo, 14 sumotoris se envolveram em arranjo de resultados.

O presidente da JSA, Hanaregoma, prometeu tomar medidas disciplinares duras, com a expulsão de qualquer pessoa envolvida em esquemas de combinação de resultados.

O escândalo aprofunda ainda mais a crise ética pela qual passa o esporte nacional do arquipélago. Em junho de 2010, a mídia local revelou que 65 sumotoris dos quadros da JSA realizavam apostas ilegais.

Você pode se interessar também por...