Conteúdo da Made in Japan #133

Ryokan, as tradicionais hospedarias japonesas

O Japão oferece hotéis para nenhum turista botar defeito: serviços cinco estrelas, instalações modernas, quartos mais do que confortáveis e um atendimento de primeira. Mas nada disso pode ser tão prazeroso se o hóspede deseja experimentar e sentir de perto a cultura e os costumes do país. Nesse caso, o melhor é optar pelo ryokan, as tradicionais hospedarias muito comuns em regiões de fontes termais, longe da agitação das grandes cidades.

Tudo é bem oriental, a começar pelos quartos de tatami e, obviamente, sem cama. Dorme-se em futon vestindo um yukata (tipo de quimono feito com tecido leve, que substitui o pijama), depois de ter apreciado um banho coletivo.

Ao chegar em um ryokan, o hóspede é recebido pela okami, um cargo de muita responsabilidade que é ocupado normalmente pela própria dona do hotel ou alguém de muita confiança. A okami, sempre educada, atenciosa, refinada e usando um impecável quimono, tem a função de deixar as pessoas satisfeitas com os serviços oferecidos.

Ela encaminha o hóspede até o quarto, prepara o chá verde com wagashi (doces japoneses) em uma mesa baixa (zataku) e cadeiras sem perna (zaseki) e explica como são servidas as refeições e como são os banhos coletivos ou outras instalações, se tiver.

Dependendo do ryokan, é possível encontrar a o-okami, que é a senhora mais experiente da casa, e a waka-okami, a aprendiz. Não são raros os casos em que esses dois cargos sejam ocupados por mãe e filha, principalmente em hospedarias mais tradicionais cuja administração é passada de geração para geração. As filhas, desde cedo, são educadas e treinadas para esse serviço.

Além da qualidade de serviço, um ryokan pode ser bem ou mal conceituado de acordo com o ofuro de água termal natural e a comida. As refeições são servidas no próprio quarto pelas nakai-san, ou assistentes da okami. Não existe cardápio. O hóspede terá o jantar ou o café da manhã de acordo com o plano escolhido da diária com antecedência.

É claro que o sabor é importante, mas a culinária oriental também prioriza o visual, e no ryokan não poderia ser diferente: uma grande variedade de pratos em pequenas porções para encher os olhos. Os ingredientes podem variar de uma estação para outra, e também de acordo com a localização da hospedaria.

Um ryokan que fica no litoral, por exemplo, geralmente serve muitos frutos do mar, já que pode ter acesso aos produtos frescos com maior facilidade e melhores preços. Já um ryokan nas montanhas costuma preparar pratos à base de carnes, cogumelos ou brotos de bambu.

Segundo a Associação de Ryokan do Japão, existem no arquipélago cerca de 55 mil hospedarias desse tipo. Devido à grande variedade de hotéis tradicionais no Japão, as diárias também são diversas. Podem variam de 10 mil ienes ou menos por pessoa até 100 mil ienes ou mais, dependendo da qualidade do local. Mas em todos os ryokan o atendimento é bom e a taxa inclui duas refeições -jantar e café da manhã- e o direito de tomar banho à vontade. Por isso, ao escolher um é preciso levar em conta, principalmente, o preço, a localização (por causa da variação da comida) e a facilidade de locomoção.

Como aproveitar o máximo

Onsen

Os banhos coletivos não podem faltar em uma hospedaria tradicional
Os banhos coletivos não podem faltar em uma hospedaria tradicional

Os banhos coletivos em água de fonte termal são muito apreciados em um ryokan. Engana-se quem acha que os onsen são procurados somente nas épocas frias. Para os japoneses, as águas quentes são relaxantes em qualquer parte do ano e podem servir para tirar o estresse adquirido no trabalho. Sem contar que existem efeitos terapêuticos que ajudam a combater dores musculares e outros problemas de saúde.

Em hospedarias pequenas, é comum ter apenas um ofuro ou rotenburo (a céu aberto). Nesse caso, homens e mulheres devem se revezar em horários pré-estabelecidos.

Há hotéis que permitem o konyoku, banho coletivo misto com homens e mulheres juntos. Os ryokan mais sofisticados contam até com onsen privê na varanda do quarto, sempre tendo a visão de uma bela paisagem.

Yukata

O yukata é uma vestimenta confortável e tradicional
O yukata é uma vestimenta confortável e tradicional

O yukata é uma peça indispensável na cultura japonesa. É muito prático e conveniente vestir um após o banho, já que o corpo está quente e esse tipo de quimono é geralmente feito de um tecido fino e macio.

O yukata pode ser utilizado em qualquer situação, até para dormir. Em regiões de fontes termais, onde se concentram vários ryokan, é muito comum as pessoas saírem para passear à noite usando somente essa vestimenta, juntamente com o geta (chinelo de madeira).

Algumas hospedarias oferecem vários tipos de estampas que podem ser escolhidas de acordo com o gosto das pessoas. Normalmente, o yukata e o obi (faixa para prender a peça na cintura com um laço) femininos trazem cores vivas e os masculinos são mais discretos.

Paisagens e jardins

Admirar a paisagem de um ryokan pode ser uma experiência inesquecível
Admirar a paisagem de um ryokan pode ser uma experiência inesquecível

Os ryokan mais conceituados são aqueles que oferecem, entre outras atrações, uma bela paisagem da janela do quarto. Pode ser no litoral, com vista para o mar, ou nas montanhas, tendo como fundo um rio correndo o vale ou árvores brancas cobertas de neve.

Ao fazer uma reserva, é importante checar antes se a janela ou a varanda está bem localizada. Outra atração é o jardim oriental, com toda sua delicadeza e simetria, além de árvores bem cuidadas e podadas e flores da época.

Tatami e futon

Nada como dormir em um futon limpo e macio
Nada como dormir em um futon limpo e macio

Nada pode ser mais relaxante do que dormir sobre o tatami, em um futon macio. Quem está habituado aos costumes japoneses deve saber que o piso é bem limpo e higiênico, já que em qualquer ryokan é proibida a entrada com sapatos.

Geralmente, depois do jantar, a arrumadeira vem ao quarto e remove a mesa e as cadeiras para forrar o tatami com o futon no centro do cômodo. Em algumas hospedarias mais modernas, mas que não deixam de ser tradicionais ao mesmo tempo, já existe um espaço reservado para o futon, evitando o trabalho de mover os móveis.

 

Veja também:
.: Oriente: o berço das artes marciais
.: Hanko, o carimbo japonês
.: Oshougatsu: O Ano-novo japonês
.: Receita para o asagohan, o café da manhã

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan
Conteúdo da Made in Japan #133
Conteúdo Relacionado

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,1508
  • Euro: R$ 5,5902
  • Iene: R$ 0,0328
Fonte: BCB (24/05/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.