Akihito completa 20 anos como imperador do Japão


Em Tóquio, os japoneses participaram de um evento em celebração ao 20° aniversário da ascensão de Akihito ao trono imperial japonês.

O imperador disse, em discurso, que sua maior preocupação é que as futuras gerações não se esqueçam da história do Japão.

Em uma coletiva de imprensa concedida no Palácio Imperial, em Tóquio, Akihito, acompanhado de sua esposa, a imperatriz Michiko, disse que os tempos de guerra são providos de muitas lições.

“Eu acredito que é essencial aprender com os fatos históricos e nos prepararmos para o futuro”, disse o imperador.

Segundo a comissão organizadora, 30 mil pessoas acompanharam as apresentações artísticas de taiko, danças e comitivas de várias províncias do Japão, que tomaram conta da esplanada em frente ao Palácio do Imperador, em Tóquio.

Além delas, outras 20 mil pessoas acompanharam o evento por meio de telas gigantes. De acordo com a agência EFE, o grupo Exile encerrou as comemorações com uma música em homenagem aos imperadores.

Protestos
Nem todos os japoneses comemoraram a data. Cerca de 200 manifestantes anti-imperialistas saíram às ruas para protestar contra as comemorações.

Segurando cartazes e marionetes, eles satirizavam Akihito e o imperador anterior, Hirohito.

Veja também:
.: Em aniversário, imperatriz expressa solidariedade a desempregados
.: Príncipe Tomohito inicia tratamento da dependência de álcool
.: Visita de Akihito ao Canadá
.: Imperatriz Michiko e imperador Akihito celebram bodas de ouro

Você pode se interessar também por...