Okinawa que poucos conhecem

As Ruínas do castelo Nakagusuku são as que mais preservam as construções originais dos castelos de Okinawa. Okinawa Convention & Visitors Bureau/JNTO

Okinawa possui praias que não deixam nada a desejar em comparação com as do nordeste brasileiro.

Para aqueles que querem aproveitar o verão de outra maneira, a província também guarda inúmeros pontos turísticos que fogem dessa regra.

Ruínas históricas de templos, castelos e mausoléus são umas das opções para quem gosta de passeios históricos.

Kume-jima é um bom exemplo disso. Ela é considerada uma das mais belas ilhas da província e a região toda é protegida e mantida como parque natural. Além da beleza da paisagem, Kume é uma área bastante estudada por arqueólogos devido à riqueza cultural deixada pela dinastia Ryukyu, que habitou a terra na era neolítica.

Por que não aproveitar as noites no parque de diversões de Mihama, na cidade de Chatan?

Outro roteiro interessante é Yonaguni-jima, situada mais perto de Twain que do Japão. Por ser isolada do resto de Okinawa, a ilha possui uma cultura completamente diferente. Para se ter uma idéia, poucos nativos falam japonês. A maioria usa o dialeto local, completamente incompreensível até para os nipônicos.

Para a diversão familiar, há também parques de diversão, aquários e jardins. o arquipélago possui um variado menu para agradar a gregos e troianos. Confira alguns exemplos do que lhe aguarda em toda a província.