Documentário retrata imigrantes bem-sucedidos

Para comemorar os 100 anos da imigração japonesa no Brasil, a organização sem fins lucrativos ABC Japan, baseada no Japão, está produzindo o documentário Os heróis do dia a dia.

O trabalho do grupo, que se dedica ao atendimento e consultas aos brasileiros sobre cotidiano e trabalho em Yokohama (na província de Kanagawa), procura mostrar mais detalhes da trajetória dos nikkeis brasileiros que alcançaram o sucesso no Japão. A produção será apresentada ao público pela primeira vez no dia 13 de abril. O DVD será comercializado posteriormente nas lojas de produtos brasileiros de todo o Japão.

O filme é idealizado por Hideyoshi Hashimoto, 44 anos, diretor da ABC Japan e sansei. Hashimoto veio ao Japão em 1989 com o intuito de estudar a cultura japonesa. Ele começou a trabalhar numa fábrica de peças localizada na província de Gunma e não precisou de muito tempo para perceber que a imagem que tinha do Japão, um país respeitável, onde todos são gentis e educados, não passava de uma utopia.

Logo que chegou, Hashimoto foi ridicularizado pelos colegas por não dominar o idioma japonês e quando visitou os familiares de seu avô, que saíra sozinho aos 14 anos para imigrar ao Brasil, foi expulso da residência sendo chamado de “traidor que abandonara seu país natal”.

Após perceber que muitos brasileiros também sofriam com os mesmos problemas, Hashimoto decidiu fundar a ABC Japan em 2003. No documentário, ele decidiu retratar personagens brasileiros que alcançaram o sucesso no Japão, mesmo depois de passarem por muitos sofrimentos na condição de dekasseguis.

Mesmo sendo um exemplo de quem conseguiu se dar bem no arquipélago, Hashimoto quer deixar por meio de seu filme uma mensagem aos descendentes que forem seguir o mesmo caminho: “Eu acho que respeitar e se adequar à vida em terras novas é algo muito importante, mas gostaria de dizer às próximas gerações que não se esqueçam de sua identidade brasileira”, afirmou.