Celulares estão sendo usados como dicionário de kanji

Cada vez mais os dicionários estão sendo deixados de lado para serem substituídos pelos celulares para consultas de kanjis (ideogramas chineses), apontou uma pesquisa da Agência de Assuntos Culturais.

O levantamento mostrou que quase 80% da população na faixa de 20 anos consultam mais os telefones móveis do que os dicionários impressos, eletrônicos ou a internet.

A pesquisa foi realizada entre fevereiro e março com 1.943 pessoas com mais de 16 anos.

Uma das questões era como os entrevistados consultavam os kanjis quando não tinha certeza de sua escrita. Em primeiro ficou o dicionário impresso, com 60,6%, seguido pelo telefone celular, com 35,3%.

“Nós não esperávamos que o celular ficasse acima do dicionário eletrônico”, disse um funcionário da Divisão de Língua Japonesa da agência ao jornal Asahi Shimbun. “Isto afetará as políticas do governo em relação ao kanji.”

Entre adolescentes e pessoas de até 30 anos, o celular ficou no topo da lista.

“Para os jovens, os kanjis é algo que se digita ao invés de escrever com as próprias mãos”, disse o escritor Tatsuro Dekune. “A habilidade de escrever corretamente kanji não é muito importante nos dias de hoje.”

Você pode se interessar também por...