Sony deixa aliança de tecnologia para chips

A fabricante de eletrônicos Sony deverá se desligar da aliança envolvendo as empresas japonesas Toshiba e NEC para o desenvolvimento de chips em prol da nova geração de celulares e outros dispositivos digitais, disseram fontes da indústria.

De forma a dividir os pesados custos, as três firmas concordaram em desenvolver em conjunto chips de 45 mm, em fevereiro de 2006. Em dezembro, foi anunciado a produção em massa de tecnologias conjuntas.

O contrato, porém, expirou em março e, embora a Toshiba e a NEC planejem criar um novo acordo, a Sony escolheu não participar da aliança.

Em parte, essa medida é reflexo dos pesados investimentos feitos pela empresa no desenvolvimento de chips para o console Playstation 3, que chegaram 460 bilhões de ienes. A empresa deve agora focar suas pesquisas em sensores e chips para câmeras digitais e televisores de LCD.

A saída da Sony no acordo pode representar um duro golpe para a indústria japonesa. Se o processo de desenvolvimento for desacelerado por questões financeiras, eles podem perder o páreo para a sul-coreana Samsung e para a norte-americana Intel na disputa por novas tecnologias.