Encontro tentará diminuir disparidades sociais

O governo pretende reunir-se na próxima quinta-feira com membros do governo, diretores de empresas e sindicatos de trabalhadores com o intuito de elaborar planos para diminuir as disparidades no Japão, disseram membros do governo.

O grupo será chefiado por Yoshio Higuchi, professor de economia na Universidade Keio, e criará estratégias para os próximos três anos para corrigir as diferenças sociais e, conseqüentemente, impulsionar a economia japonesa.

O foco deverá ser nos trabalhadores pobres que, embora estejam empregados, não conseguem sair de sua condição financeira. Nessa categoria incluem-se segurados da assistência social, trabalhadores temporários, pais solteiros e incapacitados.

Para isso, os planos para os próximos três anos deverão ser programas de aprendizagem e medidas para aumentar a produtividade em pequenas empresas.

As reuniões terão a presença da Federação do Japão (Nihon Keidanren), a Câmara de Comércio e Indústria e com a Confederação dos Sindicatos japonesa. Espera-se que eles reunam-se pelo menos três vezes ao mês.

A ministra da Economia e Política Fiscal Hiroko Ota enfatizou, em entrevista coletiva, a importância da reunião. Ela disse que este será o primeiro encontro entre governo, empresários e sindicato para “discutir compreensivamente sobre as futuras condições de trabalho e produtividade”.

Você pode se interessar também por...