Governo fará repasses para cidades com imigrantes

O governo japonês oferecerá subsídios especiais para municípios que têm alta taxa de crescimento da população imigrante para ajudar no ensino de língua estrangeira e outros tipos de auxílio.

O Ministério das Relações Internas e Comunicações pretende repassar 300 milhões de ienes até o fim do ano fiscal de 2006, que se encerra dia 31 de março. Os maiores beneficiados serão prefeituras nas quais o contigente de imigrantes cresceu mais que o dobro da média nacional, e que tenha pelo menos 500 pessoas.

O dinheiro será usado para oferecer aulas de japonês para crianças de pré-alfabetização ou que não freqüentam a escola. Também serão feitas medidas contra desastres em idioma estrangeiro, ajuda para aluguel de imóveis, bancos de dados e outras medidas para ajudar os imigrantes, segundo funcionários do governo.

Espera-se que aproximadamente 70 cidades em 17 províncias recebam o benefício, incluindo Oizumi, em Gunma, e Hamamatsu, Shizuoka, que concentram muitos brasileiros dekasseguis.

O sistema é baseado na ajuda destinada às despesas temporárias, como ocorre em desastres naturais. O ministério já vinha usando esse repasse para imprimir folhetos e montar postos de informação em vários idiomas.

Com o novo repasse para residentes estrangeiros, os subsídios irão aumentar em 1,3% em relação ao ano fiscal de 2005, informa o ministério.

O governo decidiu fazer os repasses às prefeituras em dezembro último, como parte de um pacote de medidas de auxílio para o crescente número de imigrantes no Japão. Este número registrou 2,01 milhões em 2005, de acordo com a Lei de Registro de Estrangeiros, que exclui turistas e residentes temporários. Só para se ter uma idéia, em 1989 haviam 984 mil imigrantes em território japonês.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan
Conteúdo Relacionado

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,2043
  • Euro: R$ 5,5410
  • Iene: R$ 0,0336
Fonte: BCB (22/04/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.