Diminui custo de vida no Japão

Baixa inflação combinada com iene fraco e taxa de juros quase no zero tirou do Japão o título de país com maior custo de vida do mundo, apontou uma pesquisa de uma agência de Londres.

No relatório bianual, Tokyo perdeu cinco posições, sendo ultrapassado por Oslo (Noruega), Paris (França), Copenhagen (Dinamarca) e Londres (Inglaterra). Já Osaka, que estava na quarta posição, caiu para sexto no ranking das cidades mais caras do mundo.

A dominância dos países europeus na pesquisa podem ser explicados por diversos fatores, segundo o editor da pesquisa Jon Copestake. “O fortalecimento do euro, tem uma grande parte, mas os preços na Europa também estão crescendo, enquanto que a do Japão está mais estável”, disse.

O relatório, compilado pela revista The Economist, compara preços e produtos em mais de 130 países ao redor do mundo, usando Nova York como base de comparação.

Apesar de Tokyo e Osaka continuarem sendo as cidade mais caras da Ásia, o custo de vida em ambas caiu 12% em relação a Nova York e outras cidades da região como Seul (Coréia do Sul).

Um dado que chamou a atenção foi a entrada de duas cidades chinesas no ranking, com Suzhou, em 85º lugar e Qingdao, em 100º.

Você pode se interessar também por...