Universidade recusa teste de admissão a estudante coreano

A Universidade Tamagawa de Tokyo recusou que um estudante de 18 anos que estudara em colégio coreano fizesse o teste de admissão, disse uma reportagem do jornal Asahi Shimbun.

Funcionários da universidade privada disseram que o colégio, filiado à Associação dos Residentes Coreano no Japão, que é pró-Pyongyang, não é autorizado pelo governo. Portanto, o jovem não é reconhecido como estudante formado e por isso teria que fazer uma prova de graduação.

Porém, desde 2003, o Ministério da Educação permitiu que alunos de escolas étnicas, incluindo de coreanos, fizessem o teste de admissão sem precisar fazer a prova de graduação.

A universidade nega que haja algum tipo de discriminação. No dia 10 de janeiro, o estudante da escola fez um pedido à Universidade Tamagawa para que pudesse fazer o exame. O presidente e funcionários debateram a quesão, mas informaram que o pedido havia sido negado.