Relatório Tankan mina expectativas de alta de juro no Japão

O relatório Tankan do Banco do Japão (BOJ, na sigla em inglês) de sentimento das empresas ficou em linha ao previsto e deverá forçar a instituição a aguardar até 2007 para elevar o juro básico do país novamente. O índice de difusão para dezembro, que avalia o sentimento em relação à economia pelas maiores companhias de manufatura, subiu para 25, de 24 na pesquisa anterior feita em setembro, dentro das estimativas dos economistas. O índice está no maior patamar desde setembro de 2004.

Mas a melhora não é suficiente para minimizar os fracos indicadores econômicos divulgados recentemente e as pressões políticas, devendo encorajar as autoridades monetárias a manter a taxa de juro de referência da economia inalterada na semana que vem.

O sentimento entre as maiores empresas fora do setor de manufatura subiu para 22 em dezembro, melhor nível desde novembro de 1991. Em setembro o índice estava em 20. A previsão era de que seria mantido em 20. Para a próxima pesquisa, as maiores empresas de manufatura estimam que o índice de difusão irá cair para 22 e as grandes empresas fora da manufatura prevêem retração para 20.