Piloto nega que vai substituir Barrichello na Honda em 2008

Christian Klien negou nesta quinta-feira que seu contrato como terceiro piloto da Honda inclua uma cláusula que prevê sua promoção a titular em 2008, como substituto do brasileiro Rubens Barrichello.

“Não há nada disso. Chego na Honda para trabalhar no desenvolvimento do novo modelo RA107, que já pude ver na fábrica de Brackley e me impressionou muito, já que é uma máquina mais agressiva e compacta que a anterior”, garantiu o piloto austríaco.

O fato de estar na escuderia japonesa como piloto de testes não incomoda Kilen. “Não é o fim do mundo nem de minha carreira. Um exemplo é Alex Wurz, que depois de muitos anos como piloto de testes vai correr no ano que vem como titular da Williams”, finalizou.