Banco Mundial projeta crescimento do Japão em 2,9%

O Banco Mundial disse que o crescimento da economia japonesa está projetada em 2,9% neste ano e pode ter taxas ainda maiores em 2007 e 2008 por uma série de fatores favoráveis, como investimento mais robustos e as exportações.

“No Japão, a aceleração da produtividade, que começou em 2005, tem continuado, com a expansão do PIB (produto interno bruto) estimado em 2,9% em 2006”, disse o banco de desenvolvimento no relatório Perspectivas para a Economia Global.

A onda de gastos privados foi o que puxou o crescimento econômico na segunda maior economia do mundo. Além disso, as exportações também contribuíram, principalmente com o aumento da demanda por produtos na China.

A expectativa do Banco Mundial é que em 2007 a expansão seja de 2,4% e em 2008, de 2,5, devido ao constante desenvolvimento no Leste Asiático, com a renovação de mercados consumidores.

O banco também espera que até o final de 2008 as taxas de juros estejam em 2%, anunciando o “retorno da inflação positiva”.

Em julho, o Banco do Japão (BOJ) abandonou a política de juros zero, aumentando a taxa para 0,25% – o primeiro aumento em seis anos. Mas o governo japonês considera essa medida muito antecipada, já que ainda é necessário reverter a deflação da economia e aumentar o crédito.