Oposição pretende derrubar ministro Taro Aso

Três partidos de oposição concordaram em enviar juntamente à Câmara dos Representantes uma ação de deposição contra o Ministro do Exterior, Taro Aso, sobre seus insistentes pedidos por um debate sobre a possibilidade do Japão possuir armamento nuclear, afirmaram membros dos partidos.

O Partido Democrata Japonês, o Partido Democrata Social e o Novo Partido do Povo finalizaram o acordo em uma reunião da principais secretarias, na manhã desta terça-feira. Os três partidos planejam discutir a idéia mais a fundo em uma outra reunião, dessa vez com a presença do Partido Comunista.

O envio da moção é “algo que deve ser feito”, disse o secretário-geral do Partido Democrata do Japão Yukio Hatoyama. Hidenao Nakagawa, secretário-chefe do partido do governo, o Liberal Democrata, disse em uma coletiva de imprensa em Tokyo que o maioria dos parlamentares votará contra a moção se for enviada à Câmara.

Seiji Mataichi, do Partido Social Democrata, e Hisaoki Kamei, do Novo Partido do Povo, insistem que a oposição deveria mandar também uma ação contra o gabinete do pimeiro-ministro Shinzo Abe, mas eles ainda não entraram em acordo com Hatoyama. O tópico da ação de deposição contra o gabinete será discutida em um encontro com os quatro partidos, incluindo o Partido Comunista.