Pais acusam professor de postar fotos sem autorização

Os pais de duas crianças que morreram em acidentes de carro prestaram queixa contra um professor de Tokyo que teria postado foto de seus corpos em seu site pessoal na internet sem permissão.

O professor Toshio Watanabe, de 33 anos, aparentemente roubou fotografias e outras imagens de um site construído em homenagem a Juri Kataoka, que tinha três anos em 2002, quando um carro caiu de um elevado estacionamento de carros e esmagou-a. “Como pode um educador fazer uma coisa dessas?”, perguntou Tomomi, mãe de Juri.

Pais de outras crianças que aparecem no site também prestaram queixas contra o professor, que dá aulas numa escola de ensino fundamental em Hamura, Tokyo. Para o jornal Asahi Shimbun, Watanabe pediu desculpas por seus “atos desmedidos”.

Em novembro, um comitê de educação da cidade permitiu que o professor continuasse trabalhando sob a alegação que o site já estava fora do ar. Agora, Watanabe deve ser enquadrado na lei de direitos autorais e na lei de combate à pornografia infantil, já que em seu site também continha fotos de crianças nuas.