Força Aérea permanecerá no Iraque até julho

O governo japonês irá estender a permanência da Força de Defesa Aérea no Iraque até julho do ano que vem. Esse prazo seria quando a Lei de Medidas Especiais para Assistência Humanitária e de Recontrução expira.

A lei segue a decisão da resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que pede a permanência das forças multilaterais por mais um ano. O gabinete do governo irá revisar seu plano de retirada das tropas da Força de Defesa Aérea até sexta-feira. O planejamento atual previa que a ocupação duraria até 14 de dezembro deste ano.

O novo plano se refere à resolução 1723, aprovada no dia 28 de novembro, que foi requerida pelo governo iraquiano para o prolongamento das tropas internacionais no país. A decisão veio quando a situação começou a se deteriorar no Iraque.

Em uma coletiva de imprensa, o secretário-chefe do gabinete Yasuhisa Shiozaki rejeitou a idéia de que o país ocupado estaria em guerra civil. “Este não é meu ponto de vista”, adicionando porém que “a situação está tornando-se bastante séria”.