Akishino faz 41 anos e critica excesso de compromissos de seus pais

O príncipe Akishino fez 41 anos nesta quinta e expressou sua preocupação acerca do excesso de compromissos oficiais realizado por seus pais, o Imperador Akihito e a Imperatriz Michiko. Em uma entrevista coletiva, em razão de seu aniversário, o príncipe também disse que seu filho, Hisahito, está crescendo gradualmente. “Ele dorme bastante, chora bastante e sorri bastante. Ele também está bebendo muito leite”, disse.

Sobre as obrigações do casal imperial, Akishino disse que, “eu tenho a impressão de que há muitos eventos que acontecem dentro do palácio”, citando os freqüentes encontros com autoridades estrangeiras e diplomatas. O príncipe disse que seus pais, ambos com 72 anos, têm um forte desejo de visitar lugares do país que nunca estiveram antes, mas estas visitas envolvem longas distâncias, como na viagem a Hokkaido em setembro.

“Acredito que há várias obrigações que alguém na posição de imperador precisa realizar, mas eu sinto que deve ser extremamente difícil para eles participar dessas cerimônias na idade que estão”, disse Akishino. Sobre seu filho, o príncipe disse que ele e sua esposa Kiko irão tratá-lo como potencial imperador, assim como suas duas filhas, Mako, de 15 anos, e Kako, de 11, que não podem subir ao Trono de Crisântemo – de acordo com a lei de sucessão imperal. Além disso, Akishino e Kiko descartaram a possibilidade de ter um quarto filho.