Superávit comercial do Japão surpreende e atinge recorde com EUA

O Japão revelou um inesperado superávit comercial em setembro, indicando que as exportações podem continuar atuando como elemento-chave de apoio do crescimento do país. O superávit comercial do país cresceu 6,9%, ante os níveis de setembro de 2005, para 1,014 trilhão de ienes (US$ 8,51 bilhões), de acordo com dados divulgados pelo governo.

O crescimento do superávit japonês provocou uma grande surpresa junto aos analistas, que previam, em média, queda de 10,9% do superávit. A expansão da economia japonesa se desacelerou no período de abril a junho, em parte, por causa do aumento das importações em um ritmo mais acelerado do que o das exportações, por causa dos preços do petróleo.

O superávit japonês com os EUA aumentou 28,5%, de 912,2 bilhões de ienes -estabelecida em dezembro de 1985- para 913,1 bilhões (US$ 7,66 bilhões).O resultado foi alavancado pelo iene mais competitivo e por exportações mais robustas de carros mais eficientes no uso de combustível e semicondutores, de acordo com uma autoridade que divulgou o comunicado.

O valor de 1,572 trilhão de ienes (US$ 13,19 bilhões) dos embarques de produtos para os EUA também foi o maior da história da balança comercial japonesa.