Rice adverte possível proliferação de armas nucleares na Ásia

O teste nuclear feito pela Coréia do Norte pode resultar na proliferação de armas nucleares na Ásia, alertou nesta quarta-feira a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice.

Em visita oficial por diversos países asiáticos, ela tenta reafirmar a obrigação americana de defender os países do continente de um eventual ataque.

Em Tokyo, Rice trabalhava, nesta quarta-feira, ao lado de autoridades japonesas na coordenação de uma resposta rigorosa ao teste nuclear norte-coreano em um momento no qual imagens de satélite sugerem que o país estaria se preparando para conduzir um novo ensaio.

Rice visita a Ásia com a intenção de convencer a Coréia do Sul e especialmente, a China, a apoiarem as sanções aprovadas pelo Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) contra Pyongyang, que interpretou isso como uma “declaração de guerra”.

Os Estados Unidos temem também que o Japão e a Coréia do Sul eventualmente desenvolvam programas nucleares bélicos para fazer frente à escalada norte-coreana.

“Obviamente, um acontecimento desse tipo leva a uma instabilidade potencial nas relações que existem na região”, constatou Rice no Japão, a primeira escala de uma viagem dedicada a conseguir uma resposta sobre a ameaça da Coréia do Norte depois do teste nuclear realizado no início da semana passada.