Japão e Itália buscam aproximação

Os líderes do Japão e da Itália concordaram nesta terça-feira em melhorar as relações bilaterais e se unirem para lidar com a questão nuclear norte-coreana, em linha com a resolução da ONU por sanções sobre a Coréia do Norte. Em uma conversa de 20 minutos por telefone iniciada pelo primeiro-ministro Shinzo Abe, o premiê italiano Romano Prodi expressou seu apoio ao Japão. Prodi também disse que quer visitar o arquipélago.

Os dois também concordaram em trabalhar em conjunto pelas reformas da ONU, já que o Japão busca por um assento permanente no Conselho de segurança do órgão. Abe também expressou suas condolências e simpatia em relação ao acidente no metrô de Roma ocorrido nesta terça-feira, no qual pelo menos uma pessoa morreu e cem ficaram feridas.