Três são presos por vender orquídea pela internet

Dois homens e uma mulher foram presos nesta quarta-feira por suspeita de vender pela internet uma espécie de orquídea ameaçada de extinção. A venda da Paphiopedilum sp é proibida pela lei de preservação das espécies, disse a polícia.

Os dois homens, Shi Guoqi, estudante da Universidade Kwansei Gakuin de 25 anos, e Wu Cheng, estudante da Universidade de Meikai (Chiba) de 25 anos, foram acusados de colocar à venda 16 mudas da espécie em um site da internet, assim como Zhang Nan, 24 anos. Ao todo, as mudas custavam 12 mil ienes.

A Paphiopedilium é uma orquídea rara, nativa do sudeste asiático é considerada uma espécie em extinção pelo Tratado de Washington, por isso não pode ser comercializada. A polícia investiga onde os estudantes conseguiram as mudas.