Guarda imperial japonês se mata em Tokyo

Um guarda que estava há 19 anos a serviço do palácio imperial, onde vivem o príncipe herdeiro Naruhito e outros membros da realeza japonesa, se matou nesta quinta-feira com um tiro na
cabeça, informou a imprensa local.

O oficial foi achado estendido no chão no palácio de Akasaka. O corpo foi levado a um hospital, onde foi confirmada a sua morte.

No palácio, situado a oeste da casa do imperador Akihito, no centro de Tokyo, vivem também o segundo filho do monarca, Akishino, e sua mulher Kiko, quem recentemente deu à luz um menino, Hisahito, o terceiro na linha de sucessão ao trono do Crisântemo.