Nakata não terá jogo de despedida

O ex-jogador Hidetoshi Nakata, um dos maiores jogadores da história do futebol do Japão, não realizará uma partida de despedida. A afirmação, dada nessa segunda-feira, é do presidente da JFA (Japan Football Association) Saburo Kawabuchi.

O dirigente queria que Nakata jogasse no clube neozelandês Auckland City FC durante o Mundial de Clubes da Fifa, que o Japão organizará em dezembro. No entanto, o ex-atleta reafirmou não tem intenção de voltar a jogar, o que impossibilita a realização de um jogo de despedida oficial.

Nakata causou surpresa ao anunciar, logo depois do Mundial da Alemanha, que iria se aposentar. Com passagens pelo Perugia, Roma, Parma, Bologna e Fiorentina, o último clube que o japonês defendeu foi o Bolton Wanderers, da Inglaterra.