Odajima é condenado por latrocínio

Tetsuo Odajima foi considerado culpado terça-feira 12 após três casos de latrocínio em 2002, que teriam deixado mortas quatro pessoas, incluindo a esposa e a filha do então presidente da Mabuchi Motor.

Odajima, 63 anos, disse à Corte do Distrito de Chiba que “não há nada errado” com as acusações que ele levou. De acordo com o veredito, Odajima conspirou com Katsumi Morita, 55 anos, que está sendo julgado em separado, para invadir a casa de Takaichi Mabuchi, 73 anos, em Matsudo, em agosto de 2002.

Foram roubados 9,7 milhões de ienes em bens e centenas de milhares de ienes em dinheiro. A esposa Etsuko e a filha Yuka foram estranguladas. Odajima também é acusado por matar um
dentista de 71 anos em Tokyo e roubar um milhão de ienes.