Conferência une dois mil líderes religiosos

Cerca de dois mil líderes religiosos de cem países de todo o mundo se juntaram na antiga capital japonesa de Kyoto para incentivar o diálogo global na Conferência Mundial das Religiões pela Paz. O primeiro-ministro japonês Junichiro Koizumi também participou das discussões.

“Acredito que é possível que as pessoas possam passar por cima das diferenças entre culturas e religiões pelo diálogo e aprofundar a confiança mútua para assim diminuir as dificuldades e confrontos pelos quais o mundo passa”, disse Koizumi no discurso de abertura.

O tema da conferência de quatro dias, até quinta-feira, é “Enfrentando a violência e avançando a segurança compartilhada”.

Mas nem tudo foi igualdade no evento. Seis norte-coreanos foram proibidos de participar da conferência, incluindo o presidente do conselho religioso da Coréia do Norte. A proibição aconteceu devido à política de imigração japonesa após os testes de mísses no mar do Japão.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,1364
  • Euro: R$ 5,4698
  • Iene: R$ 0,0335
Fonte: BCB (12/04/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.