Japão não quer sanções contra o petróleo iraniano

O governo do Japão informou que irá se opor a quaisquer sanções do Conselho de Segurança (CS) da ONU (Organização das Nações Unidas) contra o Irã que interferirem com as exportações de petróleo iranianas.

O governo do Japão deseja que a comunidade internacional se oponha à aplicação de sanções contra o setor energético do Irã, antes mesmo de discutir se alguma sanção deve ser aplicada contra o país, segundo divulgou o Yomiuri Shimbun.

O Irã é o terceiro maior fornecedor de petróleo ao Japão, com a venda de cerca de um quarto de todo o petróleo que produz no país.