Toyota está fora da GPMA

A Toyota não faz mais parte da GPMA, a associação de montadoras que participam da Fórmula 1. O dirigente para o automobilismo da empresa, Tsutomu Tomita, “a GPMA está mais interessada em detalhes operacionais do que estratégias a longo prazo para a tecnologia do futuro na F-1”.

A GPMA agora fica com quatro membros: BMW, DaimlerChrysler, Renault e Honda. Foi formada para reivindicar uma maior fatia dos lucros. Nos últimos tempos debateu a questão dos motores – que perdeu: os propulssores serão congelados a partir do GP da China.