Governo japonês vai incentivar álcool combustível, diz jornal

O governo do Japão pretende implementar uma ampla série de medidas para estimular o uso de etanol como combustível de automóveis e, desta forma, diversificar as fontes energéticas do país para aliviar o impacto dos elevados preços do petróleo, informou o jornal Nihon Keizai Shimbun.

As montadoras japonesas serão encorajadas a desenvolver carros com motores capazes de serem abastecidos tanto com gasolina como com combustível composto 10% por etanol. O Ministério da Economia, Comércio e Indústria está avaliando a possibilidade de relaxar as regras que atualmente limitam a mistura do etanol na gasolina a 3%, elevando esse nível para 10%.

Segundo o jornal, alguns analistas alertam que um combustível com elevada presença de etanol pode corroer facilmente os canos de um carro. Por essa razão, o governo vai estabelecer padrões para a adoção de tecnologia anticorrosiva nos veículos.

O governo japonês pretende conceder à prefeitura de Okinawa, no sul do país, isenções tributárias e outros tratamentos especiais para promover o uso de bioetanol produzido naquela região. Será reduzido o imposto sobre o combustível misto produzido em Okinawa. Além disso, os produtores de cana-de-açúcar receberão estímulos financeiros.