Maioria da população rejeita visita de premiê a santuário

Mais da metade dos japoneses não quer que seu próximo primeiro-ministro visite o santuário Yasukuni, informam duas pesquisas publicadas em jornais nesta segunda-feira.

Segundo o jornal Mainichi, 54% dos 1065 entrevistados disseram que, quem quer que seja o sucessor do premiê Junichiro Koizumi, não deveria visitar o local. Koizumi deixa o cargo em setembro. Outros 33% apoiariam uma visita e 17% não souberam opinar.

Uma outra pesquisa publicada pelo jornal Nihon Keizai com 966 entrevistados mostrou resultados similares, com 53% contrários a uma visita, 28% favoráveis e 19% indecisos.

China e outros países asiáticos dizem que o santuário Yasukuni glorifica o passado militarista japonês. O local homenageia 2,5 milhões de japoneses mortos na guerra, incluindo 14 condenados por crimes na Segunda Guerra Mundial.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,2269
  • Euro: R$ 5,5708
  • Iene: R$ 0,0338
Fonte: BCB (19/04/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.