Chefe da Honda admite que vitória é quase impossível

O chefe da Honda, Nick Fry, foi realista ao comentar sobre a possibilidade da escuderia japonesa conquistar a primeira vitória da equipe em uma etapa ainda nesta temporada.

Após o GP da França, no último domingo, quando nem Jenson Button e Rubens Barrichello conseguiram completar a prova, Fry admitiu que uma vitória é algo praticamente impossível nesse ano. “Claramente isso parece incrivelmente difícil a partir de agora, não há dúvida quanto a isso”, confessou.

Apesar da realidade não ser animadora, Fry destacou que a Honda continuará trabalhando. “A vantagem da Ferrari e Renault significa que mais ninguém está conseguindo acompanhar”, destaca, acrescentando que sua equipe continua tentando trabalhando para fazer o melhor possível.