Indenização será paga a trabalhadores

A Corte do Distrito de Kumamoto pediu o pagamento de 260 milhões de ienes como indenização a trabalhadores que tiveram doenças pulmonares depois de trabalharem na construção de túneis, a maioria deles em construções estatais.

Também será paga indenização a parentes de trabalhadores mortos. A corte alegou que as construções foram responsáveis pelo adoecimento dos trabalhadores, dizendo que foi “extremamente irracional” que o governo não tenha implementado medidas para prevenir as doenças.

A corte definiu indenizações de 450 mil ienes a 3,3 milhões de ienes por pessoa, a 130 dos 156 dos trabalhadores que entraram com processo. As obras datam a década de 60.