Presidente sul-coreano critica atitude dos governos vizinhos

O presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun, criticou nesta terça-feira as recentes atitudes dos governos do Japão e da Coréia do Norte.

De acordo com ele, os testes norte-coreanos de mísseis e a ameaça japonesa de um ataque preventivo contra bases de lançamento complicam os esforços de busca por uma solução pacífica para a crise com Pyongyang e colocam em risco a estabilidade regional.

“A Coréia do Sul tenta persistentemente eliminar o uso de força de qualquer tipo na Península Coreana”, declarou Roh durante jantar com parlamentares sul-coreanos.

“Temo que os recentes lançamentos de mísseis da Coréia do Norte e os comentários japoneses sobre um ataque preventivo possam vir a criar obstáculos a esses esforços”, prosseguiu.

Ele disse acreditar que a retórica japonesa pode provocar instabilidade em uma das regiões mais tensas do planeta.