Para Japão, é hora de considerar ataques preventivos

O Japão disse nesta segunda-feira que era hora de considerar ataques preventivos contra bases de mísseis na Coréia do Norte. Mas concordou em adiar a votação de seu projeto de resolução no Conselho de Segurança da ONU sancionando o governo norte-coreano para dar mais tempo aos esforços diplomáticos.

O Japão e os EUA sugeriram à China que a votação poderá ser evitada se a Coréia do Norte concordar em congelar seus testes de mísseis e voltar incondicionalmente às conversações sobre seu programa nuclear. Os dois países querem que a China use sua influência para pressionar governo norte-coreano.

A ameaça de ataques preventivos provocou o debate sobre se a Constituição pacifista do Japão permitiria ao país buscar capacidade militar para lançar tais ataques. Atualmente o Japão não tem tal tecnologia.

Redação Made in Japan Redação do site Made in Japan

Compre agora na Amazon

Seu Nome em Japonês

Cotações de Moedas

  • Dólar: R$ 5,2269
  • Euro: R$ 5,5708
  • Iene: R$ 0,0338
Fonte: BCB (19/04/2024)
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e produzir estatísticas de acesso de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.